Paciente retorna ao Hospital Regional de Marabá para presentear a equipe com flores

Um mês após receber alta no Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, em Marabá (PA), seu João Duarte Lima, 80 anos, enfrentou mais de seis horas de viagem para voltar à Unidade e entregar flores para os profissionais que cuidaram dele durante o tratamento. A iniciativa emocionou profissionais como médicos, enfermeiros e técnicos de Enfermagem nesta sexta-feira, 28/06, enquanto o usuário percorria os corredores do Hospital para chegar até a Unidade de Internação onde havia passado cinco dias.

“Sou analfabeto, e a minha escola foi o mundo. Por isso, gosto muito de ver as pessoas que honram o estudo que tiveram. Aqui, no Hospital Regional, o que os funcionários aprenderam, eles me entregaram, cuidando muito bem de mim. Não serviram como um favor, mas com alegria e simplicidade, sempre próximos ao paciente para saber do que ele precisa. Eu nunca tinha visto isso em nenhum outro hospital. Então isso me fez vir aqui hoje para agradecer de todo coração a eles”, contou seu João Duarte.

A técnica de Enfermagem da Clínica Médica, Sandra Regina Bezerra, afirmou ter se sentido honrada com a iniciativa do paciente. “Para nós, esse momento é gratificante. Hoje eu me sinto honrada com a sua homenagem, porque trabalhamos em prol da saúde dos usuários. Quando eles chegam aqui, estão muito debilitados, então é uma gratidão grande vê-los sair andando sozinhos, falando e recuperados. Na verdade, é o que esperamos que aconteça com cada um que é admitido no Hospital”, afirmou a colaboradora.

A enfermeira Larissa da Silva também fez questão de agradecer ao paciente. “Ficamos felizes ao ver que a nossa missão, que é cuidar de pessoas, foi cumprida. Fazemos tudo isso com amor”, disse ela.

Segundo o diretor Hospitalar do HRSP, Valdemir Girato, naturalmente, o ambiente hospitalar é cheio de tensão, não só para o paciente, mas para o próprio colaborador. “Atitudes como essa reforçam as práticas que discutimos e executamos todos os dias com o objetivo de tornar a assistência à saúde cada vez mais segura na nossa região. Há uma equipe grande por trás de todo esse trabalho. São vários profissionais que vivenciam a saúde sob diferentes visões, as quais se complementam gerando um atendimento humanizado e qualificado”, pontuou o gestor.

Referência em atendimento de média e alta complexidades, o HRSP abrange uma população superior a 1,2 milhão de pessoas em 22 municípios paraenses. Possui perfil cirúrgico e é habilitado pelo Ministério da Saúde em Traumato-ortopedia.

Pesquisa diária

Relatos como o de seu João Duarte fazem parte do índice de satisfação dos usuários no Hospital Regional de Marabá. O indicador é medido diariamente pelo Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU), setor que funciona como uma ouvidoria do SUS dentro da Unidade, e se baseia na opinião de pacientes e acompanhantes quanto à atenção dos profissionais, instalações físicas, orientações sobre procedimentos, qualidade da alimentação fornecida pela Unidade e o tempo de atendimento.

A pesquisa é feita todos os dias nas Unidades de Internação, Acolhimento, Ambulatório e Serviço de Apoio Diagnóstico e Terapêutico. Em maio, o índice de satisfação dos usuários do HRSP foi de 98,4%.