Mais de 150 voluntários comparecem à campanha de doação de sangue do Hospital Regional de Marabá

Esta semana, no intervalo do trabalho da última quarta-feira, 19/10, o vendedor Damião Gomes Costa, de 33 anos, fez questão de fazer bem ao próximo. Ele passou no Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá, para participar da campanha de doação voluntária de sangue da unidade. Ele diz que se sensibilizou com a causa há cinco anos, quando a esposa adoeceu e, desde então, doa sangue. “Recebi o convite da minha professora e topei na hora. Hoje minha esposa está bem, graças a Deus, e faz acompanhamento médico. Mas sei que posso ajudar outras pessoas com esse simples ato”, contou.
Em um único dia de campanha, mais de 150 pessoas passaram pelo posto de coleta montado no hospital pela Fundação Centro de Hematologia e Hemoterapia do Pará – Hemopa Marabá, um dos parceiros da ação. A iniciativa é uma estratégia do Hospital Regional de Marabá para ajudar a repor o banco de sangue da região. Por conta do volume de cirurgias realizadas na unidade, o HRSP é uma das instituições que mais demandam o Hemopa no sudeste do Pará.
O colaborador Filipe Oliveira é doador fiel, mas participou da campanha do HRSP pela primeira vez. “Faço isso desde os meus 18 anos porque entendo como um compromisso com o próximo”, comentou. O coordenador do setor de Tecnologia da Informação, Gilson Machado, também passou pela sala de coleta. Ele é um dos integrantes do grupo “Amigos de Sangue”, formado por profissionais que atuam na unidade e que ajudam a sensibilizar a comunidade sobre a importância da doação. Em uma década, a unidade já promoveu 29 edições do evento.
Com o tema “Quando você doa sangue, vidas são salvas”, a campanha do HRSP continua nesta sexta-feira, 21/10, com coleta no Hemopa, no período das 7h às 13h. Para ser um doador é preciso estar bem de saúde e alimentado no dia, ter idade entre 16 e 69 anos, peso mínimo de 50 quilos e apresentar um documento oficial com foto, como carteira de identidade ou habilitação de motorista. Doadores com menos de 18 anos precisam estar acompanhados dos pais ou responsáveis legais.